Solicite sua cotação

Afinal, transporte por cabotagem é seguro? Descubra!

Artigo
Afinal, transporte por cabotagem é seguro? Descubra!

Cada vez mais conhecida no Brasil, a cabotagem marítima vem se tornando pilar fundamental para uma logística mais eficiente e sustentável.

Porém, por se tratar de uma modalidade ainda em expansão, podem existir muitas dúvidas sobre a sua segurança.

Pensando nisso, vamos te mostrar neste artigo um panorama sobre a navegação por cabotagem, mostrando como ela funciona e quais os fatores que a tornam um dos meios de transportes mais seguros da logística integrada. Continue a leitura e confira!
 

O que é cabotagem?

Antes de mais nada, é preciso desmistificar o que é a cabotagem marítima e como ela funciona.

Embora possa parecer uma nova modalidade da logística integrada, a cabotagem de carga existe há 20 anos no Brasil, quando a Aliança uniu o uso de contêineres à navegação feita pela costa, entre os portos do país.

O transporte de cabotagem refere-se à navegação entre portos ou pontos da costa do mesmo país.

Historicamente, esse termo era usado para descrever a navegação costeira, oposta às rotas de longa distância que cruzavam oceanos abertos. Hoje, a cabotagem é uma parte vital do comércio e do transporte de mercadorias, especialmente em países com extensas linhas costeiras, como o Brasil.
 

Como Funciona o Transporte de Cabotagem?

O transporte de cabotagem funciona através do uso de navios de carga que viajam entre diferentes portos ao longo da costa de um país. Esses navios transportam uma variedade de mercadorias, incluindo contêineres, carga a granel, e produtos líquidos ou gasosos.

O processo começa com o carregamento das mercadorias no porto de origem, seguido pela navegação até o porto de destino, onde a carga é descarregada. Uma das principais vantagens da cabotagem é a sua eficiência em termos de custo, especialmente quando comparada ao transporte terrestre.

Além disso, a cabotagem ajuda a reduzir o congestionamento em estradas e rodovias e tem um menor impacto ambiental devido à menor emissão de CO2 por tonelada transportada.

Também vale considerar que o uso de navegação por cabotagem está relacionado à previsibilidade e pontualidade: os navios de cabotagem passam pelos portos em um determinado dia da semana, permitindo que as operações logísticas tenham maior controle e pontualidade no transporte.
 

Afinal, a cabotagem é segura?

O transporte por cabotagem é considerado um dos modos de transporte mais seguros. Isso porque sua segurança é garantida através de regulamentações rigorosas, manutenção regular dos navios, e treinamento contínuo das tripulações.

Além disso, os avanços tecnológicos na navegação e comunicação melhoraram significativamente a segurança dessas operações.

Veja a seguir os principais quesitos que tornam o transporte por cabotagem uma opção segura para a logística integrada.

 

Menor Risco de Acidentes

Comparado com o transporte rodoviário, o navio de cabotagem apresenta menor risco de acidentes. As vias marítimas são menos congestionadas do que as estradas, o que reduz significativamente a probabilidade de colisões e outros incidentes.

Segurança Contra Roubo e Pilhagem

O risco de roubo ou pilhagem é geralmente menor no transporte marítimo do que no transporte rodoviário. As cargas estão mais seguras e protegidas a bordo de navios.

Menor risco de avarias

Uma prática comum nas empresas de cabotagem no Brasil é a expertise da equipe, que garante que o container seja cuidadosamente movimentado em todo o processo, trazendo, assim, um menor risco de avarias para sua carga.

Melhor Controle e Monitoramento de Carga

Com a tecnologia moderna, é mais fácil monitorar e rastrear cargas durante o transporte marítimo, o que aumenta a segurança e a confiabilidade do serviço de navegação de cabotagem.

Maior Capacidade de Carga

Navios de cabotagem têm uma capacidade de carga significativamente maior do que caminhões ou trens. Isso permite o transporte de grandes volumes de mercadorias de uma só vez, evitando os riscos associados às múltiplas viagens.
 

Como é a regulamentação da cabotagem no Brasil?

Outro fator que garante segurança da cabotagem no Brasil é sua regulamentação por uma série de leis e normas específicas. A Lei 9.432, de 1997, conhecida como Lei de Cabotagem, estabelece as diretrizes para esta atividade. Essa legislação busca promover o desenvolvimento do transporte marítimo ao longo da costa brasileira, incentivando a modernização e a expansão da frota nacional.

Um dos principais objetivos da regulamentação da cabotagem no Brasil é aumentar a competitividade deste modo de transporte em relação ao rodoviário e ferroviário, considerados mais poluentes e custosos para longas distâncias.

Para operar na cabotagem, as empresas devem obter autorização da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), que é responsável por regular e fiscalizar o setor. A ANTAQ também define tarifas e assegura o cumprimento das normas de segurança e eficiência operacional. Além disso, há políticas específicas para incentivar a construção naval no país e a geração de empregos no setor marítimo.

Recentemente, o governo brasileiro tem buscado modernizar e flexibilizar a regulamentação da cabotagem com iniciativas como o projeto BR do Mar, que visa aumentar a oferta de serviços, reduzir custos e melhorar a eficiência logística, fomentando assim o crescimento econômico e a sustentabilidade ambiental.
 

Empresas de cabotagem no Brasil: como escolher uma?

Agora que você já sabe o quanto incluir a cabotagem na sua logística pode tornar o transporte mais seguro, pode estar se perguntando quais as melhores empresas de cabotagem no Brasil.

Nesse sentido, a Aliança é reconhecida como líder em cabotagem e logística integrada. Com uma história que remonta a mais de 70 anos, a Aliança tem uma frota moderna e uma vasta experiência na costa brasileira.

A empresa é conhecida por sua eficiência operacional, confiabilidade e comprometimento com a sustentabilidade. Além disso, a Aliança oferece soluções integradas de logística, o que facilita a gestão de cadeias de suprimentos para seus clientes, cobrindo não apenas o transporte marítimo, mas também serviços terrestres e de armazenagem.

A Aliança tem uma presença forte em todos os principais portos do Brasil e é amplamente reconhecida por sua contribuição significativa para o desenvolvimento do transporte de cabotagem no país. A empresa também investe continuamente em inovação e tecnologia para melhorar suas operações e serviços, buscando oferecer as melhores soluções de logística para seus clientes.

 

Notícias Recentes

Fechar
Vendas
Atendimento
ao cliente (CX)

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência do nosso site. Por sua visita contínua ao nosso site, sem alterar suas configurações, você concorda com o uso de cookies da Aliança.